MÓDULO 14

XIV. CONCLUSÃO

==>A. “O Meio É A Mensagem”

==>B. Considere a Abordagem

Concluindo TUDO o que vemos até aqui!

A. “O Meio é a Mensagem”

Esta frase foi dita por Joseph Mussulman, um músico que escreveu um livro intitulado “Os Usos da Música”. Ele apoiou isso por muitas fontes que afirma que “o meio é a mensagem”.

A posição de muitos evangélicos é que música é AMORAL, a LETRA é que determina se a música é boa ou não.

Dizem eles: “Um DÓ maior é um DÓ maior não importa pra que”. Não é bem assim. Um DÓ maior sozinho é apenas uma ferramenta, só um bloco. Como se constrói com outras ferramentas é que faz a comunicação.

E JÁ vimos, através desse material que esse estudo tem revelado as conclusões profissionais de:

- Médicos

- Sociólogos

- Psiquiatras

- Musicoterapeutas

- Comentaristas Sociais

- Músicos

...que fortemente indicam o CONTRÁRIO!

Ora, sejamos honestos: Qual crente em sâ consciência iria tentar se contrapor a tanto estudos, experiências, apontamentos pelas mentes mais entendidas no assunto?

Se o MUNDO FALA ISSO, o crente JAMAIS deveria tentar provar o contrário do que o próprio mundo fala sobre, dizendo que é carnal, sensual, rebelde, prejudicial.

Se eles estudaram e comprovaram isso, não devemos usar. Simples assim!

Se o Meio é a Mensagem, segue-se a pergunta: Qual é o “meio” mais usado na música cristã contemporânea?

A grande maioria é MÚSICA ROCK

Este escritor, Steve Lawhead – evangélico que apoia o uso de música rock disse:

“Música Rock é um proponente ativo de duas das filosofias mais cruéis e prejudiciais deste séculos: humanismo secular e niilismo. Resumidamente, humanismo secular é aquela linha de pensamento que afirma a dignidade e o valor da humanidade e sua capacidade de auto-realização através da razão somente, rejeitando qualquer consideração sobrenatural ou espiritual. Niilismo defende o ponto de vista lúgubre de que valores morais e crenças tradicionais são sem fundamento, que a condição presente da sociedade é tão irremediavelmente incorrigível que aniquilação pode ser preferível à qualquer esforço positivo de salvá-la”.

Quer dizer, ele está dizendo que música Rock propôs estas duas filosofias – humanismo secular e niilismo – mas, ignora de que “o meio é a mensagem” ou seja, se o mesmo Rock foi usado como linguagem para trazer humanismo e niilismo para a sociedade – logo, Rock É ESSA LINGUAGEM.

Depois deste parágrafo, ele diz:

“Está na hora de trazer de volta a ideia de pegar um veículo normal, comumente reconhecido, como o ROCK, e coloca-lo no serviço cristão”.

Ora, não há como fazer isso! É incoerente!

O Rock em si já é a mensagem. Não há como separar!

Para entendermos um pouco mais...

Uma novidade no mundo musical é o CLIP DE ROCK, feito notório pela MTV, que foi inaugurado no dia 1 de agosto de 1981. Agora os dois maiores sentidos humanos experimentam por inteiro a mensagem da música: VISÃO e AUDIÇÃO.

MTV é satânico, sujo, imoral, vil, baixo e tudo isso está vindo JUNTO com a música.

A SENSUALIDADE evidente na programação da MTV tem estado presente na MÚSICA por 30 anos. Aqueles que têm aceitado a MÚSICA não tem razão para agora rejeitas a MTV, já que aquilo que é responsável pela SENSUALIDADE já tem sido aceito.

B.Considere a Abordagem

Frequentemente nossa abordagem para determinar:

- O que é apropriado ou não

- O que edifica ou não

- O que é bom ou ruim

- Apropriado ou não

- Se ajuda ou não

- É prejudicial ou não

- É testemunho de cristão ou não... Segue-se a pergunta que muitos jovens fazem:

-Mas o que há de errado nisto? Posso fazer tal coisa? É errado crente fazer isso?

SÓ QUE A BÍBLIA NOS DIZ para resolvermos estas questões (como música, tatuagem, piercing, etc., por exemplo) com uma outra pergunta:

O QUE HÁ DE CERTO NISTO?

Efésios 5:10 diz: “Aprovando o que é agradável ao Senhor”.

Na área de música devemos perguntar:

- O que é apropriado ou não?

- É certo?

- Irá agradar ao Senhor?

- Há algo de bom nisto?

- A música promoverá valores cristãos?

- Essa música edifica ou enfraquece e derruba?

- Ela glorifica a Deus?

- É saudável?

São estes tipos de perguntas que devemos fazer.

BUSCAR E PENSAR

Entretanto, se a resposta for: “MAS, eu gosto disso ou eu gosto daquilo e eu seu que há coisas erradas com ela, mas, não posso mudar meus gostos”.

A CHAVE para tratar desse assunto como música ou qualquer outro na vida do salvo, mais uma vez é COLOSSENSES 3:1-2 – “PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra”.

O Senhor nos lembra que o crente deve determinar os seus GOSTOS e PREFERÊNCIAS. Devem estar de acordo com a PALAVRA de DEUS.

Como isto é possível?

Deus vai nos transformando diariamente pela renovação de nosso entendimento, nosso homem interior, nosso novo homem é renovado pela Palavra de Deus.

Efésios 4:22-23 diz de modo bem claro:

Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente”.

Vamos reivindicar o poder verdadeiro de Deus para nossa vida.

ORAÇÃO FINAL:

Que este material tenha comunicado a importância da música na sua vida; e que o resultado disto seja o tipo de música na sua igreja e no seu lar com o poder de que as Escrituras testificam, conforme 2 Reis 3:15:

“Ora, pois, trazei-me um músico. E sucedeu que, tocando o músico, veio sobre ele a mão do Senhor”.

AMÉM e AMÉM!

  1. O número DEVERÁ estar cadastrado no WhatsApp.
  2. Nome Completo(*)
    Entrada Inválida
  3. DDD + Telefone(*)
    Entrada Inválida
  4. Email(*)
    Entrada Inválida

Assine News

Inscreva-se para receber POR E-MAIL diariamente nossa palavra.
Nome
E-mail
Confirme E-mail


Artigos

Doe Agora

eBook - Livros!

   

Visitantes Online

Temos 282 visitantes e Nenhum membro online

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Recursos

banner-monte-sinal